Entrevistas

dezembro 2009

Xico Gonçalves 30 de dezembro de 2009

A proposta para o Em Foco de encerramento de 2009 era buscar um entrevistado que nos sugerisse algo para comemorar a virada com estilo, além de proporcionar um bate-papo gostoso e descontraído. Assim chegamos a ninguém menos que Xico Gonçalves, que se mostrou ser aquele tipo de pessoa que a gente se encanta depois de poucas palavras.

Xico é nacionalmente pelos figurinos em novelas globais e por chamar atenção de homens e mulheres para o modo de vestir-se e porta-se com elegância em meios de comunicação.

Muito simpático, descontraído, inteligente e antenado com as tendências, não só de moda, nos deu dicas valiosas. E mais, ainda nos presenteou com a receita de sua especialidade na cozinha, o Risoto de Limão Siciliano com Pimenta Rosa. É de encher a boca d´água.


Xico, está chegando a época de festas de final de ano e nós queremos saber: Qual a sua lembrança inesquecível de Natal ou Ano Novo?

Todos são especiais, mas lembro que quando era bem garoto, duvidei da existência do Papai Noel (tinha visto a roupa dele no armário) e tinha certeza que quem vestiria a fantasia seria um dos meus tios. Quando chegou o Papai Noel na minha casa fiquei muito confiante porque imaginava ser uma farsa com o meu tio dentro. Só que imediatamente meu tio entrou junto (eles sabiam da minha desconfiança e deram a roupa para um vizinho vestir). Daí, eu levei um susto que quase pirei. Surtei de tal forma que mesmo o Papai Noel indo embora eu não conseguia me acalmar. Mas depois com os presentes ganhos consegui relaxar.

Esse período é marcado pela confraternização, reencontros e muito afeto. Mas essa época também tem muita comilança, não é? Tem a festa do trabalho, dos velhos amigos, família... Queremos saber qual a sua relação com a gastronomia. Aprecia bons pratos?

Adoro gastronomia. Tirei até curso de gastronomia no Hotel Ritz, em Paris. Mas não dá para pirar porque qualquer deslize se deposita na cintura "forever". Eu também não bebo nada alcoólico, nunca bebi. Então não conheço nada de vinhos e bebidas finas. Diariamente as minhas refeições são muito leves com muita fruta, verdes, sucos e carnes grelhadas, mas adoro pizza, comidas com molho e um monte de gororobas. Mas evito o máximo possível. Além de não combinar com o clima do Rio de Janeiro, as gorduras na alimentação estão completamente fora de moda!

Você é do tipo que serve a ceia ou prefere passar o tempo batendo um bom papo?

Eu gosto de cuidar pessoalmente da ceia. Passo o Natal com pouca gente, já que minhas irmãs com as famílias moram atualmente parte em Florianópolis e parte no Céu, já que meus pais já partiram para uma outra jornada e assim fica difícil a gente se reunir fisicamente. Mas não curto aquelas comidas de Natal. Geralmente faço pratos mais elaborados e assados no forno com bacalhau, salmon ou camarões. Com muita salada e frutas. Um Natal mais mediterrâneo.

Quando toda a família se reunia eu bancava o Papai Noel na hora de distribuir os presentes e as crianças adoravam porque eu pirava com elas e inventava um monte de loucuras do jeito que os baixinhos adoram.

Tem alguma especialidade na cozinha? Qual?

Tenho muitas. Mas muita gente elogia os crepes de aveia recheados de camarão com molho de agrião ou uma massa de conchinhas com molho de bacon, creme de soja cebola e pêssegos em calda. A combinação é punk, mas o resultado é divino.

Gosto também dos risotos. Faço muitos, mas o que o pessoal mais curte é o risoto de limão siciliano com pimenta rosa. É de pirar qualquer mortal. Procuro equilibrar as receitas tradicionais com ingredientes bem saudáveis. Tenho uma parceira de muitos anos na condução das panelas, a Maria Alice, a quem eu ensino tudo o que eu aprendi ou invento e ela simplesmente arrasa.

Nas festas de final de ano, na sua opinião, qual a pior gafe que as pessoas cometem?

Se arrumar demais para estas festas que acontecem em um clima quente e geralmente passados entre a família ou amigos íntimos. Quanto mais natural, melhor. Mas sempre tem que ter uma produção mais caprichada, sem ser sofisticada, é claro.

Em qualquer ocasião,o que determina a elegância, refinamento de uma pessoa, na sua opinião?

Um conjunto de fatores que vai do tom de voz ao sapato que veste. Nunca é uma roupa ou jóia sozinha. A elegância precisa de um ser altamente civilizado para poder se expressar.

E no modo de vestir: qual o must have deste fim de ano? Nos presenteie com uma dica para nossos leitores e leitoras?

Macacões em diversos formatos, inclusive os folgados para as mais volumosas e os vestidos. Longos ou curtos. O longos são confortáveis, mas exigem sapato rasteiro, já os curtos precisam de salto alto. Mas lembre-se que o maior presente é o conforto.

Confira a receita de Xico Gonçalves:
Risoto de Limão Siciliano com Pimenta Rosa

Xico Gonçalves

Dê uma nota para a entrevista

0 votos

1 Estrela 2 Estrelas 3 Estrelas 4 Estrelas 5 Estrelas

Nota

Compartilhe essa entrevista

Imprimir