Entrevistas

maio 2013

Eduardo Sirotsky Melzer 10 de maio de 2013

Duda é um empresário bem-sucedido, casado, pai de três filhos e um apaixonado pelo conhecimento e pelo seu trabalho. Apesar de o apelido de infância não entregar de primeira, Duda, ou Eduardo Sirotsky Melzer, é neto de Maurício Sirotsky Sobrinho, fundador do Grupo RBS, uma das maiores empresas de comunicação multimídia do Brasil, composta por emissoras de TV (abertas e locais); emissoras de rádio e jornais, além de atuar com uma empresa focada em negócios digitais e também na área de educação executiva.

Até chegar à presidência do Grupo RBS, Duda Sirotsky Melzer ralou muito. Fez faculdade, estudou no exterior, qualificou-se, montou sua própria empresa... uma série de experiências das quais agora colhe os frutos. Mas o empresário garante que, na agenda atribulada, encontra tempo para a família, para viajar e praticar corrida, seu esporte preferido.

Mais sobre Duda Sirotsky Melzer você confere na entrevista a seguir.


Você começou a trabalhar cedo. Foi estagiário, trabalhou em banco, montou sua própria empresa, morou nos Estados Unidos, mas sempre destacou que queria mesmo era trabalhar na empresa da família. Em algum momento pensou em seguir um rumo diferente?

Realmente, eu sempre quis trabalhar na RBS, mas só o desejo não me garantiria uma posição na empresa. A RBS segue as mais modernas práticas de governança corporativa, tendo regras estabelecidas para que um membro familiar possa atuar na empresa. É preciso ter cursado uma universidade reconhecida, experiência profissional ou empreendedora consistente e, claro, a opção de uma vaga, entre outros requisitos. Gosto de desafios e vejo oportunidades incríveis neles. Empreendi desde muito jovem, fiz MBA em Harvard, tendo uma experiência fantástica não só no campo do conhecimento como em networking, e, por fim, atuei em empresas americanas e no mercado de Nova York, que dá uma grande bagagem. Eu poderia seguir outro rumo, mas não quis. Preparado, aceitei a oportunidade que a RBS, ao acreditar em mim, me ofereceu, há nove anos, para atuar a partir do mercado de São Paulo. Desde então, assumi posições que me trouxeram até a Presidência, em julho do ano passado, onde tenho a missão de dar continuidade a este projeto empresarial fantástico, que me apaixona.


Como vê o desafio de administrar uma grande empresa? E o legado familiar, no que influencia no seu dia a dia?

Minha principal missão é desenvolver o negócio ambicionando um projeto empresarial sustentável e de longo prazo nas áreas de comunicação e nos segmentos digital e de educação executiva, pilares estratégicos do Grupo RBS. Isso se faz com liderança, cultura empresarial, execução e, sobretudo, pessoas. As pessoas da RBS são seu maior ativo, e desenvolvemos uma série de projetos para apoiá-las e desenvolvê-las para que garantam o sucesso da empresa. E o lelegado familiar influencia positivamente, sem dúvida. Eu sou um afortunado por ter crescido em uma família de empreendedores que transformou a RBS em uma empresa com 6,5 mil colaboradores. Vivi e vivo experiências incríveis com todos eles.


Você estava atuando há pouco tempo na RBS quando foi contemplado com o Caboré, importante prêmio no meio publicitário. Para o profissional Duda Sirotsky Melzer, o que representa essa conquista?

Eu me senti muito honrado, pois receber o Caboré tem um significado único, não só pela sua relevância no mercado publicitário, mas porque é reconhecimento a tudo o que eu fiz, a minha história e a minha dedicação à indústria da comunicação, e ao trabalho que a RBS presta para a indústria da propaganda. A sua conquista mostrou a importância do grupo no mercado nacional, em que é respeitado e tem atuação marcante.


Com as funções de presidente de um grande grupo e a família, sobra tempo para se dedicar a algum hobby? O que mais gosta de fazer nas horas vagas?

Claro que as atividades profissionais demandam bastante tempo, mas eu acho que é preciso saber usar bem o tempo. Eu me dedico muito ao esporte, especialmente à corrida, que procuro praticar diariamente. Também gosto muito de viajar, ir para a praia. E, sobretudo, aproveitar e bem os momentos e a convivência com a minha família, minha esposa e meus três filhos.


Você viaja bastante e conhece vários países. Costuma experimentar comidas diferentes? Que indicação daria a alguém que quer provar um prato especial?

Em todas as minhas viagens, a gastronomia é um dos pontos altos. Gosto muito de comidas e pratos diferentes, mas não abro mão de um bom feijão com arroz. Em termos de culinária internacional, adoro a comida japonesa.


Vocês costumam promover jantares e recepções em casa. Que dica você dá para quem quer ser um bom anfitrião?

Eu acho que a naturalidade é o melhor ingrediente para esses momentos.


O que não pode faltar nas suas refeições?

Comida leve e saudável.


Tem intimidade com a cozinha? Qual sua especialidade?

Minha especialidade na cozinha é comer.


Fica o convite para que deixe uma mensagem para os leitores do Em Foco.

Desejo a todos os leitores do EmFoco uma vida boa, saudável, ao lado da família e dos amigos, com esporte e muita alegria e resultado no trabalho. Leveza e bom humor a todos.

Eduardo Sirotsky Melzer

Dê uma nota para a entrevista

1 votos

1 Estrela 2 Estrelas 3 Estrelas 4 Estrelas 5 Estrelas

Nota 5.0

Compartilhe essa entrevista

Imprimir